05 de agosto de 2022 às 07:16

Jô Soares morre aos 84 anos em São Paulo

Humorista, escritor e apresentador era fã de música e fez muito sucesso com "O Sexteto" na TV

Jô Soares morreu na madrugada desta sexta-feira (5), aos 84 anos, em São Paulo. Um dos maiores humoristas do país, o artista estava internado desde 25 de julho, no Hospital Sírio Libanês, para tratar uma pneumonia.
A causa da morte, porém, ainda não foi divulgada. O anúnio da morte de Jô foi feito pela sua ex-esposa, Flávia Pedra.
"Viva você, meu Bitiko, Bolota, Miudeza, Bichinho, Porcaria, Gorducho. Você é orgulho pra todo mundo que compartilhou de alguma forma a vida com você. Agradeço aos senhores Tempo e Espaço, por terem me dado a sorte de deixar nossas vidas se cruzarem. Obrigada pelas risadas de dar asma, por nossas casas do meu jeito, pelas viagens aos lugares mais chiques e mais mequetrefes, pela quantidade de filmes, que você achava uma sorte eu não lembrar pra ver de novo, e pela quantidade indecente de sorvete que a gente tomou assistindo", escreveu Flávia, em uma rede social.
Com o seu famoso "Programa do Jô", na Rede Globo, o humorista levava música todas as noites da semana, entre 2000 e 2016, com famoso "O Sexteto". Formado por Chiquinho (trompete), Derico (saxofone e flauta), Miltinho (bateria), Bira (baixo), Tomate (guitarra) e Osmar (piano), o grupo tocava entre os blocos do talk show e em algumas oportunidades tinha Jô tocando junto com o seu bongô.
Eles chegaram a llançar um disco juntos em 2000. "Jô Soares e O Sexteto - Ao Vivo No Tom Brasil" apresenta o humorista e os músicos tocando alguns dos maiores clássicos do jazz.
Em sua carreira, Jô Soares fez história no humor nacional participando de programas clássicos, como "A Família Trapo" (1966), "Planeta dos Homens" (1977) e "Viva O Gordo" (1981)". Jô ainda escreveu cinco livros, atuou em 22 filmes e foi um dos precursores do formato stand-up no Brasil.

Fonte: Vagalume

comentários

| Rádio CBS'); }
Estúdio Ao Vivo