16 de setembro de 2020 às 10:19

Katy Perry consegue ordem de restrição contra homem que tentou invadir sua casa

Cantora também apresentou ameaças postadas pelo stalker contra seu noivo, o ator Orlando Bloom, nas redes sociais

Katy Perry precisou pedir medidas protetivas na justiça devido a um homem que estava perseguindo ela e sua família. A cantora conseguiu uma ordem de restrição contra William Terry, de 38 anos, que, de acordo com documentos obtidos pelo TMZ, invadiu a propriedade da artista em Beverly Hills mais de uma vez e também postava mensagens obscenas para ela nas redes sociais, com ameaças dirigidas ao seu noivo, o ator Orlando Bloom.
Ainda segundo o periódico, Katy alega nos documentos que Terry teria pulado a cerca de sua casa enquanto ela estava com a filha recém-nascida, Daisy, e que teria se recusado a sair, precisando ser detido pelos seguranças até a chegada da polícia que o levou preso por invasão.
A cantora teme que o stalker possa retornar, já que essa teria sido a segunda vez que ele foi à propriedade afirmando ter sido convidado. "Eu não o conheço. Ele é um completo estranho que invadiu minha propriedade e que está me perseguindo e ameaçando minha família", escreveu Katy no processo.
Nos documentos, Katy também diz acreditar que Terry esteja morando dentro de um carro e apresentou algumas mensagens publicadas por ele na internet, em dezembro de 2019, nas quais ele fala sobre 'matar cachorros e policiais', posta ameaças sobre quebrar o pescoço de Orlando Bloom e deseja que Flynn, o filho do ator com a ex Miranda Kerr, pegue COVID-19 e morra, além de vários comentários sexualmente explícitos sobre a cantora.
A justiça concedeu a ordem de restrição temporária para Katy, Orlando Bloom, a filha do casal, Daisy e o filho do ator, Flynn. Uma audiência foi marcada para 8 de outubro com possibilidade de tornar a medida de proteção permanente.

Fonte: Vagalume

comentários

| Rádio CBS'); }
Estúdio Ao Vivo